Visto D7 Portugal: O que é e como tirar o visto D7

0
54

Os brasileiros estão elegendo cada dia mais Portugal como o seu país de residência. A crise política e econômica do Brasil fez com que o número de imigrantes aumentasse significativamente.

Além disso Portugal é um país com o idioma parecido, paisagens incríveis, e que oferece qualidade de vida em questões de segurança e saúde.

Mas para morar no país é preciso obter um visto que permita a residência. Há diversos tipos, entre eles está o visto D7. E é sobre ele que você vai saber mais em nosso artigo de hoje. Confira.

O que é o visto D7?

Pensando nos aposentados e nas pessoas que tem rendimentos estáveis o governo português criou para estrangeiros o visto D7. Com esse visto em mãos é possível residir em Portugal de forma legal, com seus próprios rendimentos, quem conseguir o visto também pode levar consigo seus agregados familiares, como filhos e cônjuge.

Qual é o público alvo do visto D7?

O público alvo desse visto são estrangeiros aposentados, ou estrangeiros que tenham rendimentos fixos, como alugueis de imóveis, aplicações financeiras, entre outras coisas.

O que é necessário para obter o visto D7?

Entre todos os documentos necessários é muito importante que a pessoa que vai requerer o visto esteja atenta ao valor. É de extrema necessidade mostrar que seu rendimento mínimo corresponde pelo menos ao salario mínimo português (580 euros). Além disso se deseja vir com agregados familiares é importante ter o valor comprovado para os mesmos, cada adulto a mais precisa comprovar 279 euros, cada criança ou jovem menor de 18 anos precisa comprovar o valor de 167. Ou seja, pra uma família de pelo menos três pessoas conseguirem viver legalmente com o visto D7 é necessário pelo menos a comprovação de 1.000 euros mensalmente.

Também é necessário contratar um seguro saúde, ou fazer gratuitamente o PB4 no ministério da saúde do seu estado. É preciso preencher formulários e declarações que o consulado pede.

Todos os documentos precisam estar corretos para o processo ser deferido, a autoridade portuguesa vai analisar todos os documentos, com foco principal a renda.

Procedimentos

O procedimento começa ainda no Brasil, no consulado mais próximo do requerente. Em primeiro momento é necessário juntar toda a documentação necessária, é possível achar a lista completa no site do consulado da sua região.

Depois é necessário aguardar para obter a resposta, o tempo vai variar dependendo do consulado, mas a média é de pelo menos 60 dias. Se o pedido for deferido o requerente será informado, e pode viajar para Portugal.

Lembrando que para os prazos sempre cumpridos é importante verificar se toda a documentação está correta. Se estiver faltando alguma coisa esse tempo de espera pode ser muito maior.

Quando chega em Portugal começa a segunda etapa já que o visto tem prazo de validade. É necessário marcar uma data juntamente ao SEF, e levar a documentação complementar, se tudo estiver correto se obtém o Cartão de Residência.

Lembrando que o tempo para obtenção do cartão de residência já no país vai depender da região, cidades grandes como Porto e Lisboa tem uma média de 180 dias de espera para resolver toda a situação, enquanto cidades pequenas podem resolver toda a questão em apenas 30 dias. O Cartão de Residência tem prazo de validade de 1 ano da primeira vez, e de 2 anos na segunda vez.

Depois de renovada 2 vezes consecutivas pelo período de 2 anos é possível entrar com o pedido de nacionalidade portuguesa por naturalização.

Custos

O pedido no Brasil custa uma médio de R$ 480, 00. Em Portugal é cobrada uma taxa de € 38, 00 para emitir o Cartão de Residência.

Posso trabalhar com o visto D7?

Como o visto D7 é feito para pessoas que possuem uma renda fixa uma dúvida que surge é sobre a possibilidade de trabalhar.

A lei prevê que o portador do visto D7 pode sim trabalhar como autônomo ou até mesmo em uma empresa, sem precisar ter nenhum tipo de autorização prévia.

E você, se encaixa nesse tipo de visto?

Se você gostou das nossas informações continue em nosso site e confira outros artigos.

Compartilhar
Artigo anteriorComo Tirar Passaporte Passo a Passo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here