Alugar Carro na Viagem de Férias. Como fazer?

0
482

Nada de ficar a pé na hora de alugar carro durante as viagens

Alugar Carro nas viagens é quase sempre um excelente alternativa. Paciência não cresce em árvore. Se evitar filas, aglomerações e ficar esperando por outras pessoas são obstáculos quase inevitáveis no dia a dia, seja na vida profissional ou pessoal, pelo menos durante o período das férias dá para tentar contornar essas barreiras.

Alugar carro é uma oportunidade de ultrapassar a necessidade de esperar os grupos na hora dos passeios, ter que ‘disputar’ as melhores vagas no ônibus ou mesmo ficar preocupado com o cumprimento dos horários de chegada e saída. É liberdade sobre rodas que concede mais autonomia para tomar decisões e garante preciosas horas extras para aproveitar os passeios. Todavia, como em tudo na vida, há o lado B. É preciso tomar algumas precauções para evitar ficar a pé, literal e figurativamente, no momento de contratar os serviços de uma locadora.

Como alugar carro na viagem de férias?

Dura lex…

Ao viajar pelo país, não há qualquer problema em alugar carro. Afinal, como o próprio nome diz, a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) é aceita em todos os estados, serve como documento na hora de fiscalizações e ainda como comprovante no momento de fechar o negócio com a locadora.

Todavia, nem todos os países aceitam que estrangeiros trafeguem por suas vias com o documento emitido no ponto de origem do turista. Então, é necessário, antes de viajar, verificar a legislação do local de destino em relação a esse aspecto. Se visitantes de outras nações forem aceitos no trânsito local, a sinalização não será problema. Semáforos, placas como a de parada obrigatória, dê preferência e indicações de conversão, por exemplo, seguem convenções internacionais e podem ser entendidas sem maiores problemas, assim como as de limite de velocidade.

Como alugar carro na viagem de férias?

Ih, sentei no lugar do carona…

No Reino Unido e em outros países com forte influência britânica, os lugares do motorista e do carona são trocados. Não é exatamente um grande obstáculo, mas exige um tempo de adaptação para evitar conversões não apenas proibidas, mas extremamente perigosas. Nada que algumas instruções e um giro nas proximidades da locadora não possam resolver.

O problema maior é em relação ao tráfego no local. Cada país tem suas próprias características de trânsito. Ainda que as sinalizações sigam uma norma internacional, o cumprimento das regulamentações varia muito de local para local. Em algumas culturas, tudo é seguido à risca. Em outras, as sinalizações são ignoradas com frequência e prevalece a lei do mais forte. Ainda que brasileiros estejam acostumados a essa última situação, talvez valha à pena refletir se vivenciar esse estresse em solo estrangeiro e muitas vezes desconhecido compensa. É uma questão de custo/benefício.

Como alugar carro na viagem de férias?

Quando a esmola é demais….

Um dos serviços oferecidos pelas locadoras é o de pegar o carro de volta após a conclusão do contrato de empréstimo. Um grande conforto, sem dúvida. Porém, tem seu custo. Dependendo do carro alugado e do período em que o veículo ficará à disposição, pode praticamente dobrar os gastos da operação. Para evitar despesas desnecessárias, vale fazer um planejamento de forma a entregar o carro no ponto de origem ou em loja autorizada da empresa onde não exista a cobrança de taxas extras.

Outra forma de economizar quando se faz viagem para o exterior é realizar o pagamento no Brasil. Isso evita uma cobrança internacional, que significa a inclusão do IOF (Imposto sobre Movimentações financeiras).

Como alugar carro na viagem de férias?

Antes do aperto de mão, um teste

Antes de aceitar o carro oferecido, peça para dar uma volta, mesmo que seja no quarteirão em torno da locadora. É uma boa forma de perceber se tudo no veículo está funcionando normalmente. Não esqueça de verificar, principalmente, se há combustível no tanque e, também, as condições da lataria. A loja certamente fará isso no momento em que você devolver o carro.

Como alugar carro na viagem de férias?

Seguro morreu de velho…

A locadora certamente não o deixará alugar carro sem cobertura de um seguro. Mas é preciso saber o que exatamente a apólice cobre. Itens como roubo, batida e responsabilidade contra terceiros são essenciais. Contudo,  muitas vezes a apólice para acidentes pessoais pode ser dispensada. Isso comumente é incluído no seguro viagem. Logo, não há necessidade para pagar duas vezes pelo mesmo benefício.

Como alugar carro na viagem de férias?

Menos é mais ou mais é menos….

Um dos fatores que mais influenciam na hora da determinação do valor cobrado pela locação é a quilometragem a ser rodada. Praticamente toda locadora tem um pacote sem limite para transitar. No entanto, para quem vai percorrer distâncias curtas, pode não ser a melhor opção. É preciso calcular o percurso que deve ser feito para ver se a distância se encaixa em pacotes com limitação.

Ninguém precisa parar o carro e pegar um ônibus no caso de o limite estabelecido ser excedido. Haverá, naturalmente, uma taxa extra a ser paga sobre os quilômetros que ultrapassagem o que foi combinado previamente. Verifique o preço pedido por quilômetro a mais e faça as contas para ver qual a ‘distância’ em relação ao sistema de quilometragem livre. Depois, basta decidir qual deles é o mais adequado de acordo com sua programação de passeio.

Como alugar carro na viagem de férias?

Acelera Internet….

Você nem precisa de uma conexão muito rápida com a rede mundial de computadores. Uma simples pesquisa em buscadores especializados nas empresas de aluguel de carro pode facilitar em muito a sua vida e ganhar tempo. Muitos até oferecem a chance de fazer a reserva online e com descontos promocionais. Eles são concedidos principalmente para as reservas antecipadas. Assim, planejamento vira sinônimo de economia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here