Como Durar Mais

0
296

De causas físicas ou psicológicas, a ejaculação prematura afecta todas as dimensões da vida, exigindo por isso tratamento precoce

A ejaculação precoce, também designada ejaculação prematura, é uma patologia sexual bastante comum. Estima-se que afecte cerca de 1/3 dos homens. Apesar disso, e embora seja curável na maioria das situações, muitos homens desvalorizam-na. Receiam não haver tratamento para os seus casos específicos ou, por vergonha, não procuram auxílio.

Esta patologia torna-se assim progressivamente mais penosa para o casal e para a própria relação, apresentando consequências significativas, de largo espectro, a nível pessoal, familiar e, inclusive, social.

Causas da ejaculação precoce

São duas as principais causas de ejaculação precoce: orgânicas e psicológicas.

Causas orgânicas

Pela nossa experiência, as causas de origem orgânica representam a quase totalidade dos casos de ejaculação precoce, com consequências no plano psicológico e na relação – cerca de 75% dos casos estão associados a doenças de transmissão sexual, em particular a Prostatite e a Uretrite . As alterações hormonais e as alterações de neuro-transmissores são outras possíveis causas de Ejaculação Prematura.

Factores de risco da ejaculação precoce

Geralmente, o receio de perder a erecção precipita o fim do coito, traduzindo-se em disfunção eréctil. Em casos mais graves impede mesmo a realização da relação sexual, por via da impotência.

Também os problemas de saúde geral constituem um factor de risco. Por exemplo, a ansiedade resultante de anomalias cardíacas pode precipitar o orgasmo como forma de diminuir a exposição à situação de risco percebida ou real.
O consumo de medicação para tratamento de patologias crónicas, bem como o stress, o cansaço e as preocupações relativas à vida pessoal ou profissional constituem factores de risco importantes.

Quando procurar auxílio médico?

Consulte o seu médico caso ejacule antes do que é desejado por si e/ou pela sua parceira na maioria das relações sexuais.
Mesmo julgando poder solucionar o problema sem ajuda, é possível que necessite de tratamento para atingir e manter uma vida sexual satisfatória. Desta forma, poderá evitar (ou mesmo tratar) patologias muito frequentes como a Prostatite e/ou a Uretrite, relativas às quais a ejaculação prematura constitui apenas um primeiro sintoma.
Com efeito, frequentemente estas patologias geram muitos outros desequilíbrios e situações de doença, que se revelam tanto mais significativos e difíceis de tratar quanto mais tempo se prolongarem.

Tratamento da ejaculação precoce

Pela nossa experiência, cerca de 75 % dos casos resolvem-se, sempre que possível, tratando a doença causadora da Ejaculação Prematura. Desta forma, previne-se não só o agravamento das queixas, mas também a ocorrência de outras doenças e/ou situações clínicas indesejáveis, passíveis de ser evitadas.
Ao longo dos anos obtivemos excelentes resultados na cura da Prostatite e/ou Uretrite. O nosso tratamento consiste numa solução integrada, com 3 diferentes instrumentos terapêuticos: Terapia Laser, tratamento antibiótico e massagem prostática.

Na ausência de Prostatite e Uretrite a Terapia Laser permite restabelecer a HOMEOSTASE e, com ela, a resolução de numerosos casos.

Todos os factores de risco presentes devem ser eliminados ou minimizados. É fundamental compreender e enfrentar cada situação, procurando/criando soluções mutuamente compensadoras, que intervenham no processo de superação da patologia. Este processo reforça a auto-estima do casal, bem como a própria relação. Consequentemente, as relações sociais melhoram de forma significativa.
Sempre que necessário e recomendável pode recorrer-se a terapêutica medicamentosa, passível de acelerar o processo e torna-lo menos penoso.
Contudo, é essencial evitar a dependência dos antidepressivos, o tipo de fármaco mais eficaz nestas situações.

Terapia sexual para tratamento da ejaculação precoce

Poderá envolver soluções tão simples como as técnicas de distracção (como por exemplo pensar em situações não eróticas ou mesmo desagradáveis para se “afastar” do acto sexual em curso), a masturbação um pouco antes do coito ou o aprofundamento de outros jogos sexuais de modo a diminuir a pressão. A técnica de compressão da base da glande do pénis também se revela eficaz.

Avaliação Psicológica e Psicoterapia

Independentemente da origem do problema, é natural e quase inevitável que o prolongamento da ejaculação prematura e de outras disfunções de natureza sexual traga consequências individuais a ambos os membros do casal e à própria relação.
Nessa medida, a avaliação psicológica e a Psicoterapia podem constituir uma enorme vantagem no processo de recuperação da normalidade individual e da relação.

A ejaculação precoce tem causas orgânicas e psicológicas, afectando a vida do paciente e do casal. Por isso, exige um tratamento prematuro. Conheça as soluções e os factores de risco.

Summary
Review Date
Reviewed Item
Ejaculação Precoce
Author Rating
41star1star1star1stargray
Compartilhar
Artigo anteriorUnha de Gel
Próximo artigoReceita de Almôndegas de Carne

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here