Como Identificar um Café Gourmet

0
28

O Café Gourmet se distingue por suas características únicas, da colheita até o consumidor.

O Acfé Gourmet apresenta uma textura e sabor própriosO Café Gourmet é um novo deleite para os seus sentidos. O seu paladar certamente vai ficar agraciado com tamanho requinte e sabor diferenciado. Quem não aprecia um bom café, não é mesmo? Existem diferentes tipos de café e variados modos de prepara-los. O gourmet é, sem dúvida, o mais especial de todos.

Como identificamos o café gourmet?

O café gourmet é um café único, exclusivo, dotado da mais alta qualidade. O sabor de um café gourmet é bem mais acentuado, aroma mais forte, mais refinado e balanceado e suavemente adocicado. Ele deve ser feito, necessariamente, com uma quantidade de 100% de grãos da espécie arábica.

A espécie arábica de café, também conhecida como goma arábica, é detentora de grãos que possuem uma coloração de tom esverdeado. Normalmente são cultivados em grandes altitudes. Sua origem é africana, mas atualmente a América Latina é um dos maiores produtores e exportadores desse grão, além também da Índia e a Indonésia.

É claro que dentre a espécie arábica, existe uma enorme gama de variedades de grãos. Isso resulta em bebidas diferentes, com sabores e tons diversos. Seu sabor se prolonga na boca, provocando sensações mais agradáveis.

Além da espécie do grão, outro elemento importante para um café ser classificado como gourmet é ele ser do tipo 2 ou 3. Dentro dessa classificação por tipo, os critérios são o aspecto e o contingente de defeito apresentado em uma quantidade de 300 gramas de café já beneficiado. Essas impurezas não podem passar de 5%. A ABIC (Associação Brasileira da Indústria de Café) é a instituição credenciada e respeitada na certificação para a classificação da qualidade dos grãos de café no Brasil.

Como é produzido o café gourmet?

A produção do café gourmet não se restringe somente ao preparo em si com o café já beneficiado. Existe todo um ritual no processo de classificação para designar um café do tipo gourmet. A preparação de um café de qualidade superior como o café gourmet, exige um investimento diferenciado. Desda a colheita, a implementação de tecnologia de ponta e até na forma de servi-lo nas máquinas das cafeterias.

O grão, como dissemos acima, é o grão arábica. Ele possui um aroma mais acentuado que o grão robusta, mais conhecido como Conilon, aquele usado no café do dia a dia. Além disso, ele possui menos cafeína do que o café comum.

O clima mais propício para o plantio do café deve ser um clima quente, seco. Os frutos necessitam ser colhidos manualmente, quando atingem o grau certo de maturidade. A preferência pelo fruto mais maduro, do tipo cereja, se dá pelo fato de que é capaz de proporcionar sabor e aroma diferenciado, pela sua especifidade e sabor prolongado.

Tipos de secagem mais usuais

Existem várias maneira de secagem de café

Tanto o café comum, quanto o café Gourmet, após a colheita, devem passar por um processo de secagem. Duas das formais mais comuns de secagem desse café são:

Secagem lenta: o café tem sua casca mantida, levando um tempo bem maior para secar. Isso faz com que a polpa seja mais profundamente absorvida, gerando um café mais encorpado e marcante.

Secagem rápida: o café é descascado, ficando com uma coloração mais clara e seca mais rapidamente. O resultado disso é um café mais adocicado e suave.

Independente do tipo de secagem, normalmente a mesma é realizada nas chamadas barcaças de secagem, próprias e exclusiva para este fim.

Após a secagem, o café passa por um processo de separação. Todos aqueles grãos que tiveram o mesmo peso, cor e tamanho serão torrados de uma forma diferenciada. A torra é uma etapa fundamental. O processo de torra vai definir uma série de elementos como sabor, aroma, acidez, textura, corpo e finalização.

A saca onde o café ficará armazenado deve ser feito com um material que assegure que sua umidade permaneça na casa dos 11%. Par um preparo mais eficiente, sem que comprometa o sabor do café, a água utilizada deve estar muito próxima dos 90°C, próximo ao ponto de fervura. Dessa forma as principais características do grão ficarão intactas.

Vários baristas, como são chamados os especialistas em café, recomendam que o gourmet seja tomado sem açúcar. Para que as nuances da bebida sejam alcançadas. Agora que conhece todas as características do Café Gourmet, terá condições de diferenciá-lo do café comum.

Clique nesse link para saber “Como Cuidar de Orquídeas” você vai gostar

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here